APOFTEGMAS DO ABADE NILO

1. Disse o Abade Nilo: «O que quer que faças para te vingares do irmão que te injuriou, isso tudo voltará ao teu coração no tempo da oração.

2. Disse também: A oração é gérmen de mansidão e de carência de ira».

3. Disse mais: «A oração é defesa contra tristeza e desânimo».

4. Disse ainda: «Vai, vende o que tens, e dá-o aos pobres. A seguir, toma a tua cruz e renuncia a ti mesmo, para que possas orar sem distração».

5. Disse mais: «Tudo que suportares sabiamente, recolherás disso o fruto no tempo de oração».

6. Disse também: «Se queres rezar como deves, não deixes que a tristeza se apodere de tua alma; se deixas, é em vão que corres».

7. Disse de novo: «Não queiras que as tuas coisas corram como te parece bem, mas como agrada a Deus. Assim serás isento de perturbação e agradável em tua oração».

8. Disse ainda: «Feliz é o monge que se julga o rebotalho de todos».

9. Disse mais: «O monge que ama o retiro, fica ileso dos dardos do inimigo. Aquele, porém, que se junta às multidões, recebe golpes contínuos».

10. Disse de novo: «O servo que negligencia as obras do seu senhor, prepare-se para os flagelos».