Pai Ammonas: O caminho estreito e apertado é este: controlar seus pensamentos e despojar-se de sua própria vontade por amor de Deus.

Pai Poemen: Quem não chora por si mesmo aqui embaixo, chorará eternamente... [Esta advertência pode ser resumida em uma palavra: compreensão.].

Pai Dioscorus: Estou chorando pelos meus pecados... Se eu pudesse ver os meus pecados, três ou quatro homens não seriam suficientes para chorar por eles. [Muitas vezes não temos a real compreensão nem fazemos a justa avaliação dos nossos defeitos-equívocos, nem qualitativa nem quantitativamente.].

Pai Epifânio: Um homem que recebe algo de outro por causa de sua pobreza ou da sua necessidade tem aí sua recompensa, e porque ele se envergonha, quando ele paga, ele o faz em segredo. Mas o oposto faz Deus; Ele recebe em segredo, mas paga na presença dos anjos, dos arcanjos e dos justos. [Qual foi o bem que eu te fiz para que tu me cuspas na face?]. Pai Agathon: Heresia é separação de Deus.

Pai Evágrio: Retirem-se as tentações e ninguém será salvo.

Pai Zeno: Os egípcios escondem as virtudes que possuem e acusam-se sem cessar de faltas que eles não têm; já os sírios e os gregos fingem ter virtudes que não possuem e escondem as faltas das quais são culpados.

Pai Zeno: O que quer que faças, faça-o em segredo. [O que a mão direita faz a mão esquerda não precisa conhecer.].

Pai Zeno: Se um homem deseja ser ouvido rapidamente por Deus, antes de rezar por qualquer coisa, mesmo por sua própria alma, quando se elevar e estender suas mãos em direção a Deus, deve rezar de todo coração por seus inimigos. Através dessa ação Deus atenderá qualquer coisa que ele pedir. [Deus de meu Coração: ilumina a consciência dos meus adversários e permite que eu possa ser um instrumento de compreensão para toda a Humanidade.].

Pai Elias: O que pode o pecado onde há penitência? E de que adianta o amor onde há orgulho? Pai Isaias: Quando Deus deseja apiedar-se de uma alma e ela se rebela, não suportando nada e fazendo sua própria vontade, Ele então permite que ela sofra o que não quer, de modo que volte a procurá-Lo novamente.

Pai Theodore: Se vocé é amigo de alguém que cai na tentação da fornicação, ofereça-lhe sua mão, se puder, e tire-o disso. Mas se ele cair na heresia e você não puder persuadi-lo de sair dela, saia de sua companhia rapidamente, para evitar que, no caso de você demorar, você também seja jogado nesse poço.

Pai Theodore: O homem que permanece de pé quando se arrepende não guardou o mandamento. [Permanecer de pé significa não se arrepender verdadeiramente, o que não adianta absolutamente nada. Mas, só poderá efetivamente se arrepender aquele que compreendeu.].

Pai Pambo: Se ele [Pai Theophilo] não se edificar pelo meu silêncio, não será edificado pela minha fala. [Muito mais do que através de um discurso, é pelo exemplo que serão plantadas sementes que darão frutos.].

Mãe Teodora: Vamos nos esforçar para entrar pela porta estreita. Como as árvores que não enfrentaram as tempestades de inverno e não produzem frutos, assim é conosco; esta vida presente é uma tempestade, e é através de muitas tribulações e de muitas tentações que poderemos obter a herança no reino dos céus.

Mãe Teodora: Um mestre deveria ser um estranho ao desejo de dominação, de vanglória e de orgulho. Ninguém deveria se capaz de enganá-lo pela adulação, nem cegá-lo com presentes, nem conquistá-lo pelo estômago, nem dominá-lo pelo ódio. Mas ele deveria ser paciente, gentil e humilde tanto quanto possível; ele deveria ser testado, e, sem partidarismo, imbuído de responsabilidade e de amor pelas almas. [Somos UM.].

Mãe Teodora: Nenhuma forma de ascetismo, nem vigílias, nem qualquer tipo de sofrimento são capazes de salvar, mas apenas a verdadeira humildade o pode fazer.

Pai John: Sou como um homem sentado debaixo de uma grande árvore que vê bestas selvagens e serpentes vindo contra ele em grande número. Quando não pode mais, ele corre e sobe na árvore e se salva. É a mesma coisa comigo: sento-me em minha cela e estou consciente de pensamentos maus vindo contra mim, e quando não tenho mais forças contra eles busco refúgio em Deus pela oração e sou salvo do inimigo.

Pai John: Implore a Deus que lhe envie as lutas [e as tentações] de modo que você recupere a aflição e humildade que você possuía, pois é pela luta que as almas progridem.

Pai John: Pusemos a carga leve de um lado – que é a auto-acusação – e nos carregamos com um grande peso – que é a autojustificação.

Pai John: Humildade e temor de Deus estão acima de todas as virtudes.

Pai John: Vigiar significa sentar-se na cela e estar sempre presente a Deus. [Ora et Labora; Solve et Coagula.].

Pai John: uma casa não é construída do topo para baixo. Deve-se começar com a fundação para alcançar o topo. A fundação é o nosso próximo – a quem devemos conquistar – e este é o lugar para começar. Pois todos os mandamentos de Cristo dependem desse um.

Pai Isidore: Quando eu era mais jovem e permanecia em minha cela eu não punha limites à oração; a noite era para mim tempo de oração tanto quanto o dia.

Pai Isidore: Prezem as virtudes e não sejam escravos da glória; pois as primeiras são imortais, enquanto que as últimas logo se desvanecem.

Pai Isidore: As alturas da humildade são grandes e também as profundezas da vanglória; aconselho-os a atenderem à primeira e a não caírem na segunda.

Pai James: Tal como uma lâmpada ilumina um quarto escuro, o temor de Deus – quando penetra o coração de um homem – o ilumina ensinando-lhe todas as virtudes.

Pai James: Não precisamos apenas de palavras, pois no momento presente existem muitas palavras entre os homens, mas precisamos de atos – pois isto é o necessário – não apenas palavras que não produzem fruto.

Pai Isidore: Se você jejua regularmente, não se encha de orgulho; mas se você se vangloria por causa disso, então é melhor que coma carne. É melhor para um homem comer carne do que se inflar com orgulho e gloriar-se de si mesmo. [O vegetarianismo oriundo de um simples apelo emocional não tem o menor valor.].

Pai Copres: Abençoado aquele que sofre aflições com ação de graças.

Pai Cyrus: Se vocês não pensarem em fornicação, vocês não têm esperança, pois se vocês não estiverem pensando nisso, estarão fazendo isso. Quer dizer, aquele que não luta contra o pecado e resiste a ele em seu espírito vai pecar fisicamente. É bem verdade, entretanto, que aquele que está fornicando não está preocupado pensando nisso. [Novamente aqui se observa que a palavra-chave para tudo é Compreensão.].

Pai Lucius. Alguns monges, chamados Euchites, foram a Enaton para ver Pai Lucius. O ancião perguntou-lhes: — Qual é o seu trabalho manual? Responderam os monges: — Não fazemos trabalho manual, pois como o Apóstolo diz, rezamos incessantemente. O ancião perguntou-lhes se eles comiam, e eles responderam que sim. Então ele lhes disse: — Quando vocês estão comendo, quem reza, então, no lugar de vocês? E perguntou-lhes se eles não dormiam, e responderam-lhe que sim. E ele lhes falou: — Quando vocês dormem, quem reza no seu lugar? Eles não conseguiram encontrar nenhuma resposta satisfatória para dar ao Pai Lucius. Ele continuou: — Perdoem-me irmãos, mas vocês não agem como falam. Vou lhes mostrar como procedo. Enquanto faço meu trabalho manual, rezo sem interrupção. Sento-me com Deus, ponho meu junco de molho e trançando minhas cordas, digo: Deus, tende compaixão de mim. De acordo com Vossa grande bondade e de acordo com Vossa infinita misericórdia, livra-me de meus pecados. Então lhes perguntou se isto não era oração. Os monges disseram que sim. Prosseguindo, lhes falou: — Então, enquanto passo o dia todo trabalhando e rezando, ganhando treze moedas de dinheiro, mais ou menos, coloco duas moedas do lado de fora da porta e pago minha comida com o resto do dinheiro. Aquele que pega as duas moedas reza por mim enquanto estou comendo e quando estou dormindo. E assim, pela graça de Deus, eu cumpro o preceito de orar sem cessar.

Pai Macarius: Não trouxemos nada para este mundo e não poderemos levar nada para fora dele.

Pai Macarius: Para rezar não é necessário fazer grandes discursos; é suficiente erguer as mãos e dizer: — Senhor, como desejas e como conheces, tenha piedade. E se o conflito crescer, digam: — Senhor, ajuda! Ele sabe muito bem o que precisamos e Ele nos mostrará Sua misericórdia. [Ao homem sincero nada é vedado.].

Pai Matoes: Eu, por mim, ainda não consegui amar aqueles que me amam como eu me amo a mim mesmo. [É extremamente difícil amar aos outros como a si mesmo; mas, mais difícil ainda é amar o outro como ele é.].

Pai Xanthias: Que ninguém se gabe por seus atos bons, pois todos aqueles que confiam em si mesmos caem. Pai Poemen: O início do mal é não ouvir. [Não ouvir – ou não querer ouvir – a Voz Silenciosa do Coração.].

Mãe Syncletica: No começo, há luta e muito trabalho para os que se aproximam de Deus. Mas, depois disso, há uma indescritível alegria. É como acender uma fogueira: no início há muita fumaça e seus olhos lacrimejam, mas depois você consegue o resultado desejado. Assim devemos acender o fogo divino em nós mesmos – com lágrimas e esforço.

Mãe Syncletica: Há muitos que vivem nas montanhas e se comportam como se estivessem na cidade; e eles estão perdendo seu tempo. É possível ser solitário em sua própria mente – mesmo no meio de uma multidão – e é possível para um solitário viver na multidão de seus próprios pensamentos.

Abade Moisés: Vá, sente-se em sua cela, e sua cela lhe ensinará tudo. [Vá, sente-se em seu Sanctum, e seu Coração lhe ensinará tudo.].

Patriarca José: Se queres encontrar serenidade onde quer que estejas, então, em tudo que fizeres, deves dizer: —Quem sou eu? E não julgues a ninguém! Um ancião do deserto: Assim como é impossível para um homem ver seu rosto em águas turbulentas, também é impossível buscar a Deus se a mente estiver ansiosa, agitada e distraída. [No Silêncio, tudo.].

Um abade do Mosteiro de Sceta: Quem é capaz de não se importar com o que os outros dizem é um homem que está no Caminho da Sabedoria.

Cipriano de Cartago: Rezai assiduamente ou lede assiduamente; por vezes falai a Deus, noutras escutai a Deus falando a vós. Quando rezais, vós falais com Deus; quando ledes, Deus fala convosco. Pai Pambo: Vigiarei meus caminhos, para não pecar com minha língua...

Pai Abraão: Afasta-te do mal e faze o bem; procura a paz e segue-a...

Pai Cassiano: Se você deseja alcançar a verdadeira ciência das Escrituras, apresse-se primeiro para adquirir uma inabalável humildade de coração. É isto que o conduzirá, não à ciência que ensoberbece, mas àquela Ciência que ilumina, pela consumação da caridade.

Um jovem se aproxima de um velho monge e lhe pergunta: — Padre, porque tantos começam este caminho da vida consagrada e voltam atrás? O velho olhou-o com carinho e disse: — Você já viu um cachorro correndo atrás de uma lebre? Você percebe que, tão logo que a vê, ele se põe a correr atrás dela, latindo forte. Os outros cachorros, quando o escutam latir, começam a latir também, e se põe a correr ao lado dele. Mas, os que não viram a lebre, logo começam a cansar, perdem o fôlego e param. Mas quem viu a lebre, esse vai até o fim.

Santo Antão: Os demônios só conjuram fantasmas contra o medroso.

Santo Antão: Sejam como meninos e tragam a seu pai o que saibam e lho digam, tal como eu, que sendo o mais velho, reparto com vocês os meus conhecimentos e a minha experiência. [Há quem saiba e ensine tudo. Há quem saiba e fique mudo. E há quem saiba e ensine errado.].

Santo Antão: Acautelemo-nos contra os maus pensamentos. Lutemos, pois, para que a ira não nos domine nem a concupiscência nos escravize. Santo Antão: Ninguém é julgado pelo que não sabe, e ninguém é chamado de bem-aventurado pelo que aprendeu e sabe.

Santo Antão: Os demônios quando vêem que os homens têm medo, aumentam suas fantasmagorias para aterrorizá-los ainda mais.

Santo Antão: O Sol não se deve pôr não apenas sobre nossa ira, como sobre nenhum outro pecado.

Santo Antão: Cada um deve fazer diariamente um exame do que fez de dia e de noite. Se pecou, deixe de pecar; se não pecou, não se orgulhe disso.

Santo Antão: A Palavra [Verbum] foi sempre coexistente com o Pai.

Santo Antão: A fé surge da disposição da alma, enquanto a dialética vem da habilidade dos que a idealizam. De acordo com isto, os que possuem uma fé ativa [fé oriunda da experiência mística pessoal] não necessitam de argumentos e de palavras, e provavelmente os reputam supérfluos. A conclusão é que uma fé ativa é melhor e mais forte do que seus argumentos sofísticos.

Santo Antão: A fé em Cristo é suficiente.

São Pacômio: Foge das comodidades deste mundo para estares na alegria do mundo futuro... Não te aflijas quando fores ultrajado pelos homens; mas, sim, deves te afligir e deves suspirar quando pecares – pois este é o verdadeiro ultraje – e quando fores persuadido por teus pecados.

São Pacômio: A vaidade é a arma do diabo.

Pai Amon: Suporta todo homem assim como Deus te suporta.

Pai Antônio: Como uma pedra, deves alcançar a perfeição e imaginar que ninguém te ofende.

Pai Evágrio: O início da salvação é condenar-se a si mesmo.

Pai Geronte: Muitos daqueles que são tentados pelos caprichos do corpo não pecam com o corpo, mas cometem impurezas com o pensamento. E, mesmo conservando a virgindade do corpo, cometem impurezas com sua alma. Portanto, amados meus, fazei como está escrito: Cada um guarde seu coração com cuidadosa vigilância. (Prov. IV, 23).

Pai Gregório: Que a tua obra seja pura pela presença do Senhor; não pela exibição.

Pai Mios: Obediência traz obediência. Se alguém obedece a Deus, Deus lhe obedece.

Pai Monio: Se um homem realmente quisesse, um dia apenas, do amanhecer ao anoitecer, lhe seria suficiente para alcançar a medida da divindade.

Pai Pastor: Quaisquer que sejam teus sofrimentos, a vitória sobre eles está no Silêncio.

Pai Pastor: Quem responde antes de ouvir comete uma bobagem e cai na confusão. Portanto, fala se te perguntam; de outro modo, cala.

Pai Pastor: O homem deve incessantemente respirar a humildade e o temor de Deus do mesmo modo que inala e expele o ar através das narinas.

Pai Pastor: Prostrar-se diante de Deus, não se dar nenhuma importância e jogar fora a própria vontade: eis os instrumentos com os quais a alma pode trabalhar.

Abade Sisoé: Não é grande coisa que a tua alma esteja com Deus. Seria grande se tu tomasses consciência de que és inferior a todas as criaturas. Este pensamento, unido ao trabalho físico: eis o que corrige e conduz à humildade.

Abade Sisoé: Os instrumentos das paixões estão contigo, mas se lhes pagares a fiança irão embora.