Escolha uma Página

CAPÍTULO XXV – O MONGE QUE ENCONTROU UM DRAGÃO NO CAMINHO

Cap.25 - Vida e Milagres de São Bento

Gregório: “Um dos monges de Bento se rendera à inconstância, e não queria mais ficar no mosteiro. Apesar de assiduamente repreendido e admoestado pelo homem de Deus, de modo nenhum consentia em permanecer na comunidade, e ainda insistia com importunas súplicas para que fosse despedido. Certo dia, então, o venerável Pai, já entediado pela importunação, ordenou-lhe irado que se fosse embora. Logo que saiu, porém, o monge encontrou na estrada um dragão à sua espreita, de goela aberta. Como o monstro o quisesse devorar, começou a gritar, todo trêmulo e alvoroçado: “ Socorro! Socorro! Pois este dragão me quer devorar”. Acorreram os irmãos, os quais não viram dragão algum, mas reconduziram ao mosteiro o monge todo trêmulo e agitado. Este logo prometeu nunca mais abandonar o mosteiro, e desde essa hora permaneceu fiel à promessa, porquanto pelas orações do santo varão pudera ver diante de si o dragão que ele antes seguia sem ver.”