Escolha uma Página

CAPÍTULO XVII – BENTO PREDIZ A DESTRUIÇÃO DO PRÓPRIO MOSTEIRO

Cap. 17 - Vida e Milagres de São Bento

Gregório: “Certo nobre chamado Teóprobo fora convertido pelos conselhos do mesmo Pai Bento, e gozava, por seus merecimentos, de grande confiança e familiaridade junto ao Santo. Entrando certa vez na cela deste, encontrou-o a chorar muito amargamente; ali deteve-se parado por muito tempo; notando, porém, que as lágrimas não cessavam, e que o homem de Deus, em vez de chorar rezando, como costumava, chorava de tristeza, perguntou-lhe finalmente qual a causa de tão grande amargura.

“Todo este mosteiro que construí e tudo que preparei para os irmãos, respondeu-lhe o homem de Deus, será entregue aos gentios, a juízo de Deus todo-poderoso; a custo pude alcançar que deste lugar me fossem poupadas as vidas dos habitantes”. O que Teóprobo então ouviu em palavras, nós agora estamos vendo com os olhos, pois sabemos que o mosteiro foi recentemente destruído pelos Lombardos: durante a noite enquanto dormiam os irmãos, entraram ali, faz pouco tempo, e saquearam tudo, mas não conseguiram apoderar-se de um só homem. Assim Deus cumpriu o que prometera ao fiel servo Bento: embora entregasse os bens aos gentios, protegeria as vidas. Nisto se vê que Bento teve a sorte de S. Paulo que viu seu navio alijado de tudo, mas recebeu por consolação a vida de quantos o acompanhavam (Atos 27).”