Escolha uma Página
E o nome da Virgem era Maria (Lc 1,27), diz o Evangelista. Falemos um pouco sobre este nome, que dizem significar “estrela do mar”, o que convém de modo admirável à Virgem Mãe. Ela é, com muita razão, comparada à estrela, porque a estrela emite a sua luz sem corromper-se, como a Virgem deu à luz o Filho sem dano algum. O raio não diminui a claridade da estrela nem o Filho à integridade da Virgem.
Ela é, portanto, a nobre estrela nascida de Jacó, cuja luz ilumina todo o universo, e cujo esplendor não brilha apenas nas alturas, mas penetra também nos abismos. Percorrendo toda a terra, e aquecendo mais os espíritos que os corpos, faz crescer as virtudes e destrói os vícios. Ela é a luminosa e incomparável estrela, erguida com razão nas alturas sobre este grande e espaçoso mar, brilhando pelos méritos e ilustrando pelos exemplos.
Ó quem quer que sejas, que tens a impressão de estares sendo joguete das procelas e tempestades em vez de caminhar pela terra, não afastes o olhar do fulgor dessa estrela, se não queres ser tragado pela tempestade. Se irrompem os ventos da tentação, se apontam os penhascos das tribulações, olha para a estrela e chama por Maria. Se és carregado pelas ondas da soberba, da ambição, da detração, da inveja, olha para a estrela e chama por Maria. Se a ira, a avareza ou as paixões da carne se arremessam contra o navio da tua alma, olha para a estrela e chama por Maria. Se te perturba a crueldade dos teus crimes, se te confunde a tua consciência, se o medo do julgamento te assusta, se já começas a ser tragado pelo abismo da tristeza e do desespero, pensa em Maria.
Nos perigos, nas angústias, nas incertezas, pensa em Maria, chama por Maria. Que ela não se afaste da tua boca, que ela não se afaste do teu coração! E para conseguires os auxílios de suas preces, não desprezes o exemplo de sua vida. Seguindo-a, não te desvias; invocando-a, não desesperas; nela pensando, não erras; por ela sustentado, não pereces; sob a sua proteção, não temerás coisa alguma. Por ela guiado, não te cansas; se ela está contigo, tudo consegues. E assim experimentarás, em ti mesmo, com quanta razão é dito: E o nome da Virgem era Maria.
(São Bernardo)
Open chat
Fale Conosco!